Marquinhos confirma reformulação no Avaí e diz: "Torcedor tem direito de cobrar"

Avaí ocupa a modesta 13ª colocação com dez pontos, apenas dois a mais do que a zona de rebaixamento da Série B

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 23 (AFI) - O gerente de futebol Marquinhos confirmou, nesta quarta-feira, que o Avaí fará uma reformulação em seu elenco. Até oito jogadores, entre aqueles que disputam a Série B do Campeonato Brasileiro, deverão ser dispensados nos próximos dias. O dirigente, porém, não revelou nenhum nome.

"O departamento de futebol, comissão técnica e diretoria está tomando algumas posições, reformulando o nosso plantel. Sabemos que aqueles que saíram não são culpados diretamente, mas como no futebol as coisas não são como a gente espera, não poderíamos nos omitir", disse o ídolo do clube.

A lista deve ter nomes de jogadores experientes, mas que não renderam o esperado, como os volantes Wesley, ex-Palmeiras, Santos e São Paulo, e Bruno Silva, ex-Internacional e Cruzeiro. Já o lateral Leonan e o atacante Lourenço podem ser emprestados ao Santa Cruz-PE.

Papo reto com o torcedor. (Foto: André Palma Ribeiro / Avaí)
Papo reto com o torcedor. (Foto: André Palma Ribeiro / Avaí)
PODE COBRAR!

O Avaí ocupa a modesta 13ª colocação com dez pontos, apenas dois a mais do que a zona de rebaixamento da Série B. Marquinhos afirmou que o torcedor tem todo o direito de cobrar diante da atual situação.

"Reconhecemos a dor do torcedor, o momento que a gente está passando, sabemos que desde o ano passado o time está sendo formatado, mas os resultados não vieram como a gente esperava. O torcedor está no direito de estar chateado e cobrando", ponderou.

SONHO?
Ainda assim, o dirigente não descartou brigar pelo acesso à Série A. Na sexta-feira, às 21h30, o clube catarinense fará confronto direto contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela 11ª rodada.

"Não estamos contentes, a dor do torcedor se reflete para a gente, para a diretoria, não podemos baixar a guarda, a gente tem que lutar. Historicamente o Avaí é um time de batalha, de luta e estamos devendo pra vocês, mas com certeza falta de trabalho não é. Com a vinda do Renatinho e de mais alguns jogadores, a gente vai reforçar o elenco e buscar o nosso objetivo que é a volta à Série A", finalizou Marquinhos.

ALTA!
Em meio a tudo isso, o presidente Francisco Battistotti recebeu alta médica após dois dias no SOS Cárdio, em Florianópolis. O mandatário chegou a ficar na UTI e passou por um procedimento para a colocação de dois stents para melhorar a oxigenação do coração. Ele já repousa em sua casa.