Catarinense: Chapecoense anuncia volante e atacante ex-São Paulo e Athletico

A Chape também anunciou Brayan Vasconcelos, de 23 anos, ex-Paulista, Comercial e Botafogo, todos do interior paulista

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 24 (AFI) - Mesmo a um dia da estreia no Campeonato Catarinense, a Chapecoense segue ativa no mercado e anunciou a chegada de mais dois reforços nesta quarta-feira. Brayan Vasconcelos, de 23 anos, que atua como volante e lateral-esquerdo, e o atacante Fabinho, de 21 anos. Os dois já passaram por avaliações físicas e exames médicos e estão integrados ao elenco.

Fabinho foi revelado pelo São Paulo, onde ficou por sete anos, contando as categorias de base. Não teve muitas chances no profissional e, em 2020, defendeu o Athletico-PR, onde fez 20 partidas e um gol, justamente no clássico com o Coritiba, no Campeonato Brasileiro. Ele chega com contrato até o fim da temporada.


Flamengo realiza penúltimo treino antes do jogo contra o São Paulo:

Espaço incorporado por HTML (embed)


Fabinho. (Foto: Márcio Cunha/ACF)
Fabinho. (Foto: Márcio Cunha/ACF)

"Estou muito feliz com a oportunidade de jogar na Chape e espero desempenhar meu melhor futebol para ajudar a equipe.

A torcida pode esperar muita determinação, espero ajudar muito o time, seja com gols, marcando, não importa.

Só quero que a gente seja feliz aqui na Chape", projetou Fabinho.

VOLANTE RODADA NO INTERIOR DE SP

Revelado pelo Paulista, de Jundiaí (SP), Brayan ainda teve uma passagem nas categorias de base do Flamengo, em 2018, mas voltou ao interior paulista no ano seguinte.

Defendeu o Botafogo-SP e, logo em seguida, foi para o rival Comercial-SP, seu último clube, onde somou 30 partidas e três gols, entre Copa Paulista e o Campeonato Paulista Série A3, terceira divisão estadual. Ele assinou contrato até o fim do estadual.

ESTREIA

A Chapecoense tem jogo marcado nesta quinta-feira, às 17h, quando visita o Concórdia, pela primeira rodada do Catarinense. O adversário teve confirmado, nesta quarta-feira, seis casos de covid-19 entre jogadores e comissão técnica.