Para ter ex-Corinthians, Cruzeiro pode emprestar volante ao Bahia

A negociação interessa aos dois clubes, mas Éderson precisa tirar uma ação na Justiça contra a Raposa

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 21 (AFI) - Sem dinheiro em caixa, a diretoria do Cruzeiro vem buscando alternativas para reforçar seu elenco visando a temporada 2020.

De olho no volante Éderson, o Bahia ofereceu envolver o meia Régis na negociação. O jogador celeste iria para o Tricolor por empréstimo até o fim do ano com os salários pagos pelo clube baiano.

Éderson entrou com uma ação na Justiça contra o Cruzeiro (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Éderson entrou com uma ação na Justiça contra o Cruzeiro (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
A troca é vista com bons olhos pelos dois clubes, mas, para que a negociação seja concluída, Éderson precisa retirar a ação na Justiça contra o Cruzeiro. Ele cobra R$ 2,6 milhões e pede a rescisão contratual.

Éderson tem 60% dos seus direitos econômicos presos ao Cruzeiro e o contrato vai até agosto de 2023. No ano passado, o volante de 20 anos foi um dos poucos que se destacaram na campanha que culminou com o rebaixamento no Brasileirão.

Já Régis retornou ao Bahia depois de ter sido emprestado ao Corinthians no ano passado. Foram apenas sete jogos pelo Timão. O meia de 27 anos passou ainda por América-RN, Chapecoense, Sport e Palmeiras.