Carioca: Contra o Boavista, Flamengo tem chance de levantar segundo troféu em 2020

As equipes se enfrentam pela final da Taça Guanabara neste sábado, às 18 horas

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 22 (AFI) - É verdade que a Taça Guanabara não tem mais a importância que outrora possuía, mas para a torcida do Flamengo isso importa pouco. Em uma das épocas mais felizes da história do clube, os rubro-negros só querem festejar, e eles poderão comemorar mais um título neste sábado, às 18 horas, contra o Boavista, no Maracanã. Menos de uma semana após ganhar a Supercopa do Brasil, o time tentará levantar seu segundo troféu em 2020.

O Flamengo chegou à final da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca) sem muito esforço. Nas primeiras rodadas, o clube foi representado por uma equipe de garotos e os resultados foram irregulares. Quando os titulares entraram em ação, foram só vitórias, inclusive na semifinal, sobre o Fluminense. Já o Boavista, que terminou à frente dos rubro-negros em um dos grupos da fase de classificação, alcançou a decisão após derrotar o Volta Redonda no último domingo.

Como sua equipe está no meio de outra decisão, a Recopa Sul-Americana (após o empate por 2 a 2 com o Independiente del Valle, em Quito, as duas equipes vão se enfrentar de novo na próxima quarta-feira, no Maracanã), Jorge Jesus pode escalar uma formação mista neste sábado, ou mesmo reserva. O mais provável, porém, é que o português coloque em campo seu time principal.

Certo mesmo é que o Flamengo não terá contra o Boavista o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Bruno Henrique. Ambos se machucaram contra o Independiente del Valle - Rodrigo sofreu uma lesão muscular e Bruno teve um problema no joelho direito. Na zaga, existe a possibilidade de Léo Pereira fazer dupla com Gustavo Henrique, já que o ex-jogador do Athletico-PR se recuperou de uma lesão muscular. Se ele não puder jogar, o jovem Thuler será escalado.

No ataque, a briga é boa. Pedro e Pedro Rocha são os principais candidatos a substituir Bruno Henrique, mas Vitinho também tem lá as suas chances. Jorge Jesus não vai desfazer esse mistério até minutos antes da partida.

O Flamengo vai lutar neste sábado por seu 22.º título da Taça Guanabara - o último, em 2018, foi conquistado justamente em uma final contra o Boavista (vitória por 2 a 0). Já a equipe de Saquarema disputará a decisão pela terceira vez. E de novo contra o Flamengo. Além da derrota de dois anos atrás, o Boavista também esteve na final de 2011, que terminou 1 a 0 para os rubro-negros.

Caso haja empate no tempo regulamentar neste sábado, o título da Taça Guanabara será decidido nos pênaltis, sem prorrogação. Quem vencer estará automaticamente classificado para a decisão do Carioca.