Com ex-Ponte e ex-Guarani que já se foi, confira últimos artilheiros do Paulista A3

Durante esses dias de paralisação, o Portal Futebol Interior vem trazendo uma série de matérias especiais sobre grandes feitos

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 01 (AFI) - Em tempos de quarentena por conta da pandemia do novo coronavírus, o Portal Futebol Interior vem preparando diversos especiais para você, internauta, continuar ligado em todo que acontece ou já aconteceu no mundo da bola. Nesta quarta-feira (01), vamos relembrar os últimos dez artilheiros do Campeonato Paulista da Série A3.

Sem dúvidas, os destaques ficam para jogadores que já passaram por times tradicionais, como Ponte Preta e Guarani. Em 2012, Silas Brindeiro, foi o artilheiro do estadual com 15 gols, quando jogava no Capivariano, ao lado de Bili, do licenciado Guaçuano. Depois disso, Silas chegou a jogar no Bugre e Náutico, mas em 2018 depois de lutar por muito tempo contra uma leucemia, acabou falecendo.

Marcondelle foi artilheiro pelo Audax e depois se transferiu para a Ponte Preta
Marcondelle foi artilheiro pelo Audax e depois se transferiu para a Ponte Preta

Em 2016, que foi o 'homem gol' do estadual, foi Erminio, quando jogava pelo Rio Preto e marcou 14 gols, ajudando o Jacaré a chegar ao vice-campeonato daquele ano. Atualmente, ele é o principal destaque do Taubaté e fez um gol digno de 'Prêmio Puskas' durante a Série A2 deste ano.

Por fim, na temporada passada, em que o Audax se sagrou campeão, a artilharia foi dividida por dois jogadores com 11 gols marcados cada. Matheus Marcondelle, do próprio GOA, que depois atuou durante a Série B do Campeonato Brasileiro pela Ponte Preta e Lucas Douglas, grande destaque do Desportivo Brasil em 2019, batendo na trave na briga pelo acesso.

Vitima de câncer, Silas faleceu em 2018, mas em 2012 foi artilheiro pelo Capivariano
Vitima de câncer, Silas faleceu em 2018, mas em 2012 foi artilheiro pelo Capivariano

Confira os dez últimos artilheiros do Paulista A3:
2010 - Viola (Penapolense) - 18 gols
2011 - Reginaldo (Velo Clube) - 16 gols
2012 - Bili (Guaçuano) e Silas Brindeiro (Capivariano) - 15 gols
2013 - Jackson (Flamengo de Guarulhos) - 20 gols
2014 - Dairo (Independente)
2015 - Anderson (Votuporanguense) - 16 gols
2016 - Erminio (Rio Preto) - 14 gols
2017 - Léo Castro (Nacional) - 11 gols
2018 - Gabriel Taliari - Bill (Capivariano) - 16 gols
2019 - Lucas Douglas (Desportivo Brasil) e Matheus Marcondele (Audax) - 11 gols