Mesmo no Paulista A3, Rio Preto dá exemplo e mantém manutenção de estádio em dia

Mesmo durante a pandemia do novo coronavírus, os cuidados com o Estádio Anísio Haddad segue impecável

por Agência Futebol Interior

São José do Rio Preto, SP, 22 (AFI) - Por conta da pandemia do novo coronavírus que paralisou o futebol há mais de dois meses, a Federação Paulista de Futebol (FPF) por meio do diretor de Infraestrutura de Estádios, Ricardo da Silva, irá monitorar a situação dos 16 estádios dos times do Paulista da Série A3. Dentre eles, o Rio Preto promete dar exemplo, isso porque, o clube mantém a manutenção do Estádio Anísio Haddad com quatro funcionários, que trabalham de segunda a sexta, para manter o local impecável.

A manutenção do gramado e de pintura são comandadas de perto pelas gerentes administrativas do Riopretão, Ana Hansen e Camila Guilhermiti. Já a limpeza dos vestiários, banheiros de torcedores, cabines de imprensa e camarotes, ficam sobre o cuidado de Silmara e Roseli.

José Eduardo Rodrigues também está cuidando de perto da manutenção do Estádio (Foto: Muller Merlotto Silva)
José Eduardo Rodrigues também está cuidando de perto da manutenção do Estádio (Foto: Muller Merlotto Silva)

"Trabalhar aqui no Rio Preto é muito bom onde a gente tem total apoio e respaldo do presidente Dr. José Eduardo Rodrigues que nos valorizam e muito o nosso trabalho", disse Hansen.

"Não tenho palavras pra falar. O presidente olha com muito carinho e nos prestigiam sempre elogiando nosso trabalho", completou Camila.

SÃO GUERREIRAS
Segundo o mandatário José Eduardo Rodrigues, as meninas que cuidam da manutenção do estádio são verdadeiras guerreiras.

"Desde a paralisação do campeonato há mais de dois meses o clube nenhum momento ficou parado e está tudo em ordem começando pela conservação do estado do gramado. Temos um estádio que poucos clubes no cenário brasileiro possui e muito bem cuidado. Enquanto eu estiver no Rio Preto vou cuidar o máximo possível da nossa praça de esporte", continuou.

"Não para por ai e logo teremos mais novidades quando falamos das coísas do Glorioso. É questão de tempo. Assim, se a Federação Paulista está preocupada com outros clubes com referências a situação dos seus respectivos estádios, aqui é totalmente diferente e tudo está em absoluta ordem e dentro do requisito", finalizou Rodrigues.

O Jacaré da Vila Universitária ocupa a nona colocação do Paulista A3, com 13 pontos após 11 rodadas. Desportivo Brasil, com 14, fecha o G8, enquanto Marília, com 11, e Paulista, com sete, formam o Z2.

CONFIRA ALGUMAS FOTOS DA MANUTENÇÃO DO ESTÁDIO