Com mais titulares, Santos recebe Goiás e tenta não ficar para trás no Brasileiro

Em nono lugar no Brasileirão, com 45 pontos, o Santos sabe que não pode perder contato com os times da zona de classificação à Liberta

por Agência Estado

Santos, SP, 24 (AFI) - Preocupado com o risco de perder mais jogadores por lesões, mas também sem querer deixar suas principais peças sem ritmo para a disputa da final da Copa Libertadores no dia 30, o Santos volta a campo neste domingo, às 18h15, para enfrentar o Goiás, na Vila Belmiro, para aquele que deve ser o teste final do seu time-base para a decisão com o Palmeiras.

Em nono lugar no Brasileirão, com 45 pontos, o Santos sabe que não pode perder contato com os times da zona de classificação à Libertadores, especialmente após ser batido por 2 a 0 pelo Fortaleza, na quinta-feira. Mas dosa esse foco com o temor de novas baixas no elenco.

"Temos um elenco enxuto, então tenho medido bem, falado com os jogadores sobre como estão se sentindo. A gente tem que ir mesclando", defendeu Cuca.

Santos de olho na final da Libertadores. (Foto: Ivan Storti / Santos)
Santos de olho na final da Libertadores. (Foto: Ivan Storti / Santos)
PROBLEMA!
Mesmo fora das partidas, o Santos já sofreu uma baixa para a decisão. O volante Jobson sofreu uma grave lesão no joelho durante treino no CT Rei Pelé e não voltará a jogar tão cedo. Seu colega de posição e titular, Alison contraiu o coronavírus e só poderá ser escalado diante do Palmeiras se apresentar um resultado negativo.

Além disso, os zagueiros Luan Peres e Lucas Veríssimo passaram os últimos dias se recuperando de problemas leves. Reserva da posição, Alex reclamou de dores no aquecimento do duelo com o Fortaleza e não atuou.

Cauteloso, Cuca nem levou os titulares para o duelo com o Fortaleza. Mas como sabe que o time não pode chegar à final sem ritmo, voltará a aproveitá-los diante do Goiás, como, aliás, fez diante do Botafogo, há uma semana. Mas dificilmente irá usar a maior parte deles na próxima terça, no Mineirão, diante do Atlético-MG.

REFORÇOS!
Recuperados, Lucas Veríssimo e Luan Peres devem voltar a compor dupla de zaga em busca de ritmo para a decisão da Libertadores, depois de esforço do clube e de cobranças de Cuca para que não deixassem a Vila Belmiro antes do fim do torneio.

Além disso, Diego Pituca deve voltar ao meio-campo para ganhar entrosamento com Sandry, favorito a atuar ao seu lado no Maracanã se Alison não estiver em forma ou recuperado do coronavírus. Assim como Soteldo e Marinho, principais peças ofensivas, retornam ao ataque.

Cuca, porém, pode poupar alguns titulares. E o favorito a ganhar um descanso é Felipe Jonatan, que atuou no Castelão e não tem um reserva da sua posição de origem no elenco - o zagueiro Wagner Leonardo costuma ser improvisado na lateral esquerda. Quem também pode ficar fora é Lucas Braga. Incansável e jogador de confiança do treinador, disputou as últimas 18 partidas do time.

A ideia de Cuca, além de preparar o time para a decisão, é aproveitar o bom desempenho do time como mandante. Nos últimos seis jogos na Vila pelo Brasileirão, foram quatro vitórias e dois empates. Assim, no último compromisso em seu estádio antes da final da Libertadores, é aproveitar essa força para ficar em boas condições para voltar a disputa o torneio continental: seja deixando os titulares no ápice para encarar o Palmeiras ou mais próximo do G6 do Brasileirão. Ou poderá ficar para trás.