Identificado, Dodô marcava último gol pelo São Paulo há 21 anos

Pelo Paulista, o ‘Artilheiro dos Gols Bonitos’ marcou contra a Inter de Limeira seu último gol com camisa tricolor

por Federação Paulista (FPF)

São Paulo, SP, 22 (AFI) - 21 anos atrás, um dos principais atacantes das duas últimas décadas deixava pela última vez a sua marca com a camisa do São Paulo. Ricardo Lucas Figueiredo Monte Raso, o Dodô, fazia contra a Inter de Limeira, em vitória por 3 a 0 no Paulistão de 1999, seu último gol pelo Tricolor Paulista.

Conhecido por sua plasticidade em colocar as bolas na rede, além de habilidade e técnica refinada, apesar de ser um centroavante, Dodô recebeu o apelido de ‘Artilheiro dos Gols Bonitos’. Brilhando em grandes clubes brasileiros, o ex-jogador empilhou artilharias por onde passou.

SUCESSO NO TRICOLOR
Nascido na cidade de São Paulo, Dodô começou a fazer seus primeiros golaços na base do Nacional. Após um breve empréstimo ao Fluminense-RJ, o atacante voltou ao futebol paulista, desta vez para defender o clube que seria sua casa em um dos grandes auges na carreira: o São Paulo.

Identificado, Dodô marcava último gol pelo São Paulo há 21 anos
Identificado, Dodô marcava último gol pelo São Paulo há 21 anos
No Tricolor, Dodô formou uma dupla artilheira com o colombiano Aristizábal, com quem conquistou o Campeonato Paulista de 1998, diante do Corinthians. Um ano antes, ainda foi coroado como artilheiro do estadual de 1997, marcando 19 gols na campanha vice-campeã da equipe –o São Paulo foi superado pelo mesmo Corinthians. O centroavante também alcançou a artilharia do Torneio Rio-São Paulo de 1998, fazendo 5 gols.

Após o sucesso com a camisa são-paulina, Dodô desceu à Baixada Santista para atuar pelo Santos. No Alvinegro Praiano continuou a boa fase, fazendo 33 gols em 67 partidas, marca de quase um gol a cada duas partidas. Ainda teve rápidas passagens com o Botafogo-RJ –onde brilharia anos depois– Palmeiras e Ulsan Hyundai-COR.

AUGE NO RIO
Em 2006, voltou ao futebol carioca, onde atingiu o auge na carreira. Pelo Botafogo, conquistou o Campeonato Carioca de 2006 – sendo artilheiro com nove gols e melhor jogador do estadual. No ano seguinte, mais prêmios individuais: maior marcador do estadual (13 gols), melhor jogador da Copa do Brasil e Bola de Ouro da Revista Placar, fazendo 34 gols durante o ano.

Em 2008, já como atleta do Fluminense, Dodô foi vice-campeão da Libertadores da América. Antes de se aposentar, o atacante ainda voltou a atuar em solo paulista. Com a camisa da Portuguesa, marcou 10 gols durante a Série B de 2010.

Com a camisa da Seleção Brasileira, Dodô atuou em cinco partidas amistosas em 1997 –quando ainda jogava pelo São Paulo. O artilheiro fez dois gols com o Brasil, ambos em partida amistosa contra o Equador.

Natanael Oliveira, especial para a FPF