Seleção FI da 1ª rodada do Paulistão tem craque do Brasileirão e trio do Ituano

Comandada por Vinicius Bergantim, essa 'verdadeira máquina de bola' tem Claudinho de camisa 10 e Gil de zagueiro central

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 01 (AFI) - Diferente de outros anos, o Paulistão de 2021 começou apenas uma semana após o final da temporada de 2020 e mesmo assim teve um início bastante agitado. Destaque para Mirassol, Ferroviária e Ituano que estrearam com vitória e por isso colocaram pelo menos um representante da Seleção FI desta primeira rodada. Outro ponto alto desta verdadeira 'máquina de bola' é o meia Claudinho que será o camisa 10 e recentemente foi eleito como melhor jogador do Brasileirão.

Já o Ituano que venceu bem o Guarani, pelo placar de 3 a 0, em pleno Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, no jogo que fechou as disputas na noite desta segunda-feira, terá o técnico Vinicius Bergantim como comandante da Seleção. Além dele, o zagueiro Léo Santos e o atacante Bruno Lopes, que marcaram contra o Bugre também estão entre os melhores da rodada.

Seleção FI da 1ª rodada do Paulistão tem craque do Brasileirão e trio do Ituano
Seleção FI da 1ª rodada do Paulistão tem craque do Brasileirão e trio do Ituano


CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 1ª RODADA DO PAULISTÃO:
Igor Bohn (Botafogo-SP);
Daniel Borges (Mirassol), Léo Santos (Ituano), Gil (Corinthians) e Arthur (Ferroviária);

Marino (Santo André), Jean Mota (Santos) e Claudinho (Red Bull Bragantino);

Moisés (Ponte Preta), Cléo Silva (Novorizontino) e Bruno Lopes (Ituano).

Técnico: Vinícius Bergantim (Ituano).


CONFIRA A ATUAÇÃO DE CADA JOGADOR:

O Novorizontino ficou no empate com a Ponte Preta
O Novorizontino ficou no empate com a Ponte Preta
Goleiro: Igor Bohn (Botafogo)
Hernan Crespo só não estreou com vitória no comando do São Paulo porque encontrou uma muralha pela frente. Igor Bohn foi o melhor jogador em campo no empate do Botafogo contra o Tricolor no Morumbi. Foram quatro defesas difíceis, sendo uma delas um verdeiro milagre. Não teve culpa no gol do Arboleda.

Lateral-direito: Daniel Borges (Mirassol)
Como o São Bento procurou explorar o contra-ataque, o Mirassol controlou a posse da bola e buscou o gol a todo momento. Isso fez com que Daniel Borges se jogasse para o ataque. O lateral marcou o gol de empate e antes havia tido um gol anulado.

Zagueiro: Léo Santos (Ituano)
Fez um grande jogo na vitória do Ituano por 3 a 0 para cima do Guarani. Foi seguro defensivamente e feliz no ataque ao abrir o placar em pleno Brinco de Ouro da Princesa. Foi essencial para o Galo vencer com tranquilidade.

Zagueiro: Gil (Corinthians)
Até pelo fato de atuar em casa, o Red Bull Bragantino ditou o ritmo da partida no último domingo, mas não conseguiu furar o sistema defensivo corintiano. Gil teve mais uma atuação segura.

Jean Mota ajudou o Santos a empatar com o Santo André na estreia
Jean Mota ajudou o Santos a empatar com o Santo André na estreia
Lateral-esquerdo: Arthur (Ferroviária)
A partida em Campinas entre Ferroviária e Inter de Limeira foi bastante equilibrada. O Leão teve mais posse de bola e exigiu de Arthur na marcação. Mas o lateral fez a diferença mesmo no ataque, quando sofreu o pênalti convertido por Bruno Mezenga.

Volante: Marino (Santo André)
Foi o principal nome do Ramalhão no meio de campo na noite de domingo. Dos seus pés saiu o lance do segundo gol e ainda construiu duas boas jogadas na etapa final, mas os atacantes perderam, desperdiçando a chance de vitória da equipe do ABC.

Meia: Jean Mota (Santos)
Em meio a tanta garotada, Jean Mota assumiu o protagonismo em campo no empate do Santos com o Santo André na estreia do Paulistão. Além de marcar o primeiro gol, o meia roubou a bola que deu origem a virada do Peixe através de Gabriel. O Ramalhão viria empatar na sequência.

Craque do Paulistão, Claudinho também será o camisa 10 da Seleção FI
Craque do Paulistão, Claudinho também será o camisa 10 da Seleção FI
Meia: Claudinho (Red Bull Bragantino)
O craque do Brasileirão manteve o nível na estreia do Paulistão. Foi o principal nome do Massa Bruta no empate sem gols com o Corinthians. Armou jogadas, deu bons passes, chutou a gol. Tentou bastante, mas esbarrou na boa atuação do goleiro Cássio.

Atacante: Moisés (Ponte Preta)
Começou a temporada 2021 assim como acabou 2020. Em contra-ataque perfeito, Moisés passou fácil por Paulinho e bateu na saída de Giovanni para marcar o primeiro gol da Ponte Preta no Paulistão. Logo no início da partida, ele havia dado um passe preciso para Pedrinho, que desperdiçou.

Atacante: Cléo Silva (Novorizontino)
Saiu do banco para mudar a cara do jogo. Não é a toa que Camilo, meia da Ponte Preta, falou sobre a sua entrada em entrevista após o jogo. Veloz, Cléo Silva incomodou bastante os adversários. Mostrou para o técnico Léo Condé que merece uma vaga entre os titulares.

Vinicius Bergantim ajudou o Ituano a vencer bem o Guarani pelo placar de 3 a 0
Vinicius Bergantim ajudou o Ituano a vencer bem o Guarani pelo placar de 3 a 0
Atacante: Bruno Lopes (Ituano)
Precisou de dez segundos (do segundo tempo) para fazer um golaço no Brinco de Ouro da Princesa. O atacante fez um bonito gol de cobertura, mostrando todo seu talento e faro de gol. Os zagueiro e o goleiro Gabriel Mesquita terão pesadelos.

Técnico: Vinícius Bergantim (Ituano)
Incendiou os jogadores que começaram o jogo do Guarani sufocando o rival mesmo fora de casa. O Ituano desfilou no Brinco de Ouro da Princesa, não deu menor chance ao adversário e mostrou que pode ser novamente perigoso na temporada. Vale lembrar que é o último time do interior a conquistar o título.