Lanús 0 x 3 Defensa y Justicia - Goleador garante título da 'Sula' ao time de Crespo

Romero se sagrou o artilheiro da competição, com 10 gols e garantiu o título inédito do Defensa na Sula

por Samuel Garcia

Campinas, SP, 23 (AFI) - Jogando no estádio Mário Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina, o Defensa y Justicia se sagrou o grande campeão da Copa Sul-Americana de 2020, após vencer o Lanús, pelo placar de 3 a 0, com gols de Frías, Braian Romero e Camacho. Romero se sagrou o artilheiro da competição, com 10 gols e garantiu o título inédito do Defensa na Sula.

O ex-atacante Mário Kempes, campeão mundial pela seleção argentina e homenageado com o nome do estádio em Córdoba, entrou em campo com a taça aplaudido pelos poucos convidados permitidos a assistirem a partida no estádio.

VEJA OS GOLS DO CAMPEÃO

DEFENSA NA FRENTE

A primeira etapa no Mário Kempes foi marcada por muito estudo e respeito entre as equipes. Com poucas chances reais de gols no começo da partida, os argentinos apostaram na valorização da posse de bola. Quem mais atacava era o Defensa y Justicia, que chegou com perigo aos sete minutos com Braian Romero, mas a bola foi para fora.

O Defensa seguiu atacando e buscando infiltrar na defesa do Lanús, que se fechou atrás. As investidas ofensivas surtiram efeito aos 33 minutos, quando após jogada bem trabalhada, Braian Romero cruzou para Walter Bou, que deu um toquinho para Frías, que colocou para o fundo do gol, fazendo 1 a 0 para o time de Florencio Varela. As equipes seguiram tentando mudar o placar, porém, o primeiro tempo terminou em 1 a 0 para o Defensa.

Foto: Divulgação / Sul-Americana
Foto: Divulgação / Sul-Americana

TÍTULO INÉDITO

Atrás no placar, o Lanús, que pouco criou no primeiro tempo, passou a comandar a maior parte das investidas ofensivas da partida, porém não conseguia criar chances de perigo ao Defensa. Com vantagem, o Defensa y Justicia buscava os contra-ataques e foi em um deles em que conseguiu chegar ao segundo gol, aos 16 minutos.

Após uma disputa de bola, a defesa do Lanús recuou mal para o goleiro e Braian Romero se antecipou, tocando por cobertura e ampliou o placar para o Defensa. A partir do segundo gol, o Defensa y Justicia se fechou atrás e o Lanús partiu ainda mais para o ataque, porém, sem objetividade. Aos 43, Aguirre teve uma grande chance de diminuir a vantagem do Defensa, mas a bola foi para fora.

A partida seguiu muito brigada e aos 46 minutos, após novo contra-ataque, Camacho recebeu livre na área e marcou o terceiro gol do Defensa, fechando o placar e dando o título mais importante da história do time de Hernán Crespo. Além do título, a equipe se credencia para a fase de grupos da Libertadores 2021.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
1ª rodada
Data
23/01/2021
Horário
17h00
Local
Estádio Mario Alberto Kempes - Córdoba (ARG) ()
Árbitro
Jesús Valenzuela (VEN)

Assistentes
Nicolás Tarán (URU) e Richard Trinidad (URU)

Público
2.500
Cartões Amarelos
Lanús-ARG: Bernabel, Beluschi, Perez, Burdisso
Defensa y Justicia-ARG: Braian Romero, Enzo Fernandez

Gols
Defensa y Justicia-ARG: Frías 33' 1T, Braian Romero 16' 2T, Camacho 46' 2T
Lanús-ARG
Morales;
Aguirre, Burdisso, Pérez e Bernabei (Besozzi);
Belmonte, Quignón (Perez), De la Vega (Orozco) e Vera (Beluschi);
Orsini e Sand.
Técnico: Luis Zabeldía
Defensa y Justicia-ARG
Unsain;
Paredes, Adonis Frías (Camacho) e Héctor Martínez;
Pizzini, Larralde (Benítez), Enzo Fernández, Rafael Delgado e Isnaldo;
Braian Romero (Brítez) e Walter Bou (Merentiel).
Técnico: Hernán Crespo